sexta-feira, 3 de setembro de 2010

adversidades

Foi no início do mês de agosto, filha. 33 homens que trabalham numa mina na cidade de San Jose, no Chile (país que fica na América do Sul, pertinho do Brasil), foram soterrados por causa de uma explosão com causa ainda em investigação. A notícia inesperada veio acompanhada de outra surpreendente: todos eles estavam vivos – a 700 metros de profundidade. De lá pra cá, já se passaram 26 dias. E todos continuam vivos.

AFP Photo/Hector Retamal
No começo, antes que qualquer ajuda chegasse lá embaixo, eles sobreviveram comendo, cada um, duas colheres de atum, meio biscoito e um gole de leite por dia. Chegaram a perder durante este período uma média de dez quilos. Graças a um tubo com alguns centímetros de diâmetro (largura do cícrculo), as equipes de resgate conseguiram enviar para os trabalhadores alimentos e bebida. Enviaram ar também. Isso mesmo. Ar. Lá embaixo, tudo é muito escuro, a umidade do ar é grande e a poeira está espalhada por todos os lados.

Logo que daqui do alto as pessoas conseguiram fazer contato com o grupo, a primeira coisa que os mineiros pediram foi escova de dentes e colírio para os olhos irritados. Depois, quiseram ter notícias dos parentes e conseguiram falar com os mais próximos por um minuto, cada um. Fizeram um vídeo para mostrar a todos que estão bem, na medida do possível. Eles aparecem barbados, magros e cansados. Mas expressam uma coisa chamada esperança – sem a qual a gente nem vive.

Por causa da profundidade em que estão, a previsão de retirada deles da mina é de pelo menos 60 dias. Tudo vai acontecer com a ajuda de uma máquina especial que vai perfurar o solo até o fundo. Depois, uma outra máquina – maior – vai terminar o serviço. Um por um, os trabalhadores vão ser içados (erguidos com a ajuda de um elevador ou guindaste) à superfície. Se der tudo certo, 33 famílias vão festejar em dezembro o Natal mais feliz de todos os tempos.

Charles Darwin - quase um Papai Noel, né? :)
Um cientista que nasceu em 12 de fevereiro de 1809 chamado Charles Darwin, famoso pela Teoria da Evolução (um dia a gente conversa melhor sobre isso), defendeu a vida inteira que não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças.

A vida está sempre acontecendo, filha. Às vezes, estamos numa situação muito confortável, de bem-estar e felicidade extremos. Em outras situações, problemas vão falando mais alto e algumas surpresas meio ruinzinhas se fazem presentes. Saber superar estes dramas, se unindo a quem mantém a fé em dias melhores, e sabendo fazer uso dos bens de que ainda dispomos, pode ser uma postura valiosa a fazer diferença desde sempre. Pra isso, é preciso que você se conheça. Nunca é demais ir fundo em si mesmo. A gente dá um passo quando passa a se enxergar no espelho.

Google Images

"O universo é o espelho em que podemos contemplar apenas o que aprendemos a conhecer em nós"
(Italo Calvino)

Um comentário:

  1. Oi, querida!!
    Adorei seu blog!! parece poesia.....
    Lindo, Lindo...
    apareça sempre!um beijão!

    ResponderExcluir