quinta-feira, 3 de junho de 2010

muito prazer, Brennand


foto: Google
Tantas histórias foram construídas durante este período de abstenção virtual. Faltou tempo para postar.

Recebi esta semana, filha, as fotos do seu passeio à Oficina Cerâmica Francisco Brennand, no bairro da Várzea. Você está linda, sorrindo em todas as fotos. Numa delas, um dos braços está levantado, com a mãozinha quebrada, como quem diz com orgulho: “estou aqui!”.

Lembro do primeiro comentário que você fez quando cheguei do trabalho: “Mamãe ele nem estava lá...”. Você estava louca pra conhecer pessoalmente o Francisco. Falaram tanto dele na escola, né, filha? Acho que este grande artista plástico ficaria comovido com a exposição de esculturas que você e seus amigos fizeram com a ajuda da tia Lu, da tia Duda e da tia Andréa.

A arte é mesmo algo fenomenal. Representa o exercício do ser humano de mergulhar na profundeza dos sentimentos, sensações e impressões. É um jogo de cores, formas e dimensões infinito. Lindo de ver e explorar.

Fico feliz de ter escolhido uma escola comprometida também com a arte. A sua escultura ficou linda e hoje decora o criado mudo do nosso quarto – meu e do papai. Linda. Te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário