sexta-feira, 3 de abril de 2009

nova brasil


A música exerce mesmo um poder inquestionável sobre as pessoas. E não importa a idade. Foi num destes domingos de março. Depois de fazer um lanche na feirinha de Boa Viagem, eu e Helena pegamos uma carona com Rosana, Lúcio e os meninos. Entramos, no Fiat Uno deles, nos acomodamos e, poucos segundos depois, Helena perguntou:

- Tia Rosana, pode ligar o rádio?

E Rosana respondeu que infelizmente o carro da tia não tinha som, não tinha rádio. E Helena, no auge de seus dois anos, um pingo de gente, insistiu:

- Liga, tia Rosana, na Nova Brasil, por favor.

Gargalhada geral, claro, né?

Mas sabe que foi bom não ter som naquela hora? Porque em seguida organizamos um coro e fomos pra casa cantando canções que não tocariam em nenhuma rádio.

"A barata diz que tem sete saias de filó/é mentira da barata/ela tem é uma só/rárárá/róróró/ela tem é uma só/rárárá/róróró/ela tem é uma só"

Um comentário:

  1. Ah! Sabe que era uma idéia existir rádios que tocassem só músicas de criança. Adoro escutar rádio no dia das crianças (em qualquer moemnto, na verdade - mas no dia das crianças em especial). Só nos 12 de outubro é que escuto trem da alegria no rádio, balão mágico, xuxa e a barata diz que tem tem tem...! =D

    ResponderExcluir