quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

transborda


Te ver assim, filha, pedindo por favor e desculpa espontaneamente; respondendo com um "hã-hã" quando quer dizer "sim" para alguma coisa; exclamar "incrível, né" quando acha algo sensacional; pedindo "um minutinho" quando nos deixa esperando; implorar a posição "bebezinha" quando quer um pouco de aconchegou ou quando está com sono; enfim, te ver descobrir o mundo com sua delicadeza e inocência peculiares é de tocar o coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário